Ir para

News

  • artigos
    314
  • comentários
    9
  • visualizações
    2.006

10 tipos de conteúdo: o que os profissionais de marketing estão esquecendo


@blackrat.ads

410 visualizações

 Compartilhar

Faça parte do maior Fórum da América Latina sobre Estratégias Avançadas de Anúncios Online e aprenda a vender qualquer coisa usando Facebook Ads, Google Ads, Tik Tok, Native, Copywriting, PLR, Dropshipping e muito mais: https://l.blackrat.pro/jWmC2


⬇ CONECTE-SE COMIGO!

👉 Inscreva-se no canal: https://l.blackrat.pro/youtube

👉 Me siga no Instagram: https://www.instagram.com/blackrat.ads/

👉 Entre no meu canal do Telegram: https://t.me/blackrat

👉 Me acompanhe no TikTok: https://www.tiktok.com/@blackrat.ads

👉 Estou no Twitter: https://twitter.com/blackrat_ads


Fala galera, e aí? Como estão as coisas? Estão com dificuldades de achar bons conteúdos? Então essa é hora de se reunir e passar por uma lista de verificação de maneiras de atrair e reter clientes. 
Uma estratégia de conteúdo bem projetada ajudará nisso e sugerimos lembrar e usar novos ou velhos e esquecidos tipos de conteúdo para atingir uma camada maior do público-alvo em diferentes plataformas, bem como impulsionar e mostrar a experiência da marca
A seguir, você confere alguns tipos de conteúdo comuns e não triviais e que estão sendo deixados de lado. Então veja como criar, onde colocar e o que os profissionais de marketing modernos não devem esquecer em seu trabalho.

1- Foto
A internet está repleta de plataformas focadas em fotos, como Pinterest, Instagram, Facebook, Snapchat e outros. Uma troca de fotos é uma ótima forma para postar e promover conteúdo a partir desse formato. Mas como você pode atrair a atenção do público para o conteúdo fotográfico?

  • Certifique-se de postar fotos apenas em alta qualidade.
  • Adapte o formato da imagem a cada site.
  • Acompanhe as fotos com legendas e #hashtags temáticas.
  • Agradeça ao público por suas curtidas, compartilhamentos e comentários.
  • Responda aos comentários em tempo hábil e mantenha contato com seu público.

Para criar fotos de qualidade, você pode usar um smartphone com uma boa câmera e também editar fotos por lá. Se você está precisando de inspiração, uma rede social que pode ajudar bastante é o Pinterest. Basta abrir o aplicativo e inserir o tópico desejado na pesquisa, caso não esteja encontrando nada, tente buscar em outros idiomas. Outros caminhos semelhantes são o Google e o Instagram.
2- Projeto original
As belas fotos do produto são uma ótima apresentação para o cliente. Esse formato é sempre relevante e sugerido para produtos como calçados, acessórios, roupas, cosméticos e roupas íntimas. Contudo, quando você vende serviços ou administra um blog educacional/cultural/pessoal, pode precisar de uma abordagem mais criativa, como criar designs de imagem originais.
Você pode remover e substituir o fundo, adicionar efeitos, texto, adesivos, molduras, contornos, glitter e outras coisas antes de postar imagens em posts ou stories. Para isso, pode usar vários programas como Snapseed, Bazaart, Canva, VSCO ou Adobe Photoshop Express.
Se você tem um designer trabalhando com você na equipe, pode desenvolver vários templates exclusivos que se tornarão o cartão de visita do blog e, quando compartilhados, ajudarão a aumentar a fidelidade e o reconhecimento da marca.

3- Vídeo
O conteúdo de vídeo conquistou o mercado e continua mantendo sua importância, mesmo com o passar do tempo.
As principais plataformas para postagem de vídeos, atualmente, são YouTube, TikTok, Instagram (Reels) ou Vimeo. Criar e promover vídeos de tendências no YouTube geralmente requer o envolvimento de especialistas (cinegrafistas, editores, roteiristas), equipamentos caros e um estúdio equipado, assim pode exigir mais de seu orçamento.
Mas criar um vídeo para TikTok ou Instagram é mais fácil. As próprias plataformas possuem e disponibilizam ferramentas para criação de vídeos. Também é possível usar aplicativos assistentes em um smartphone, por exemplo, InShot, Quik, VivaCut, KineMaster.
Contudo, pode acontecer do vídeo finalizado no smartphone não couber no TikTok. Nesses casos, você pode adaptar o tamanho do vídeo em algum programa, por exemplo, no InShot ou outro. A propósito, esta função de redução de tamanho no aplicativo é totalmente gratuita.

4- Áudio
Ao contrário do que muitos pensam, o conteúdo de áudio é relevante e continua crescendo cada vez mais. Assim, é simplesmente ilógico ignorar essa forma de comunicação com o público. Cansados de ter a câmera Zoom ligada durante a quarentena, as pessoas querem cada vez mais ouvir conteúdos sem fugir da rotina de casa.
Mas onde você pode usar os conteúdos em áudio de forma produtiva? Alguns exemplos mais populares são: podcasts ou canais de Telegram, Twitter Spaces e Facebook Live Audio Rooms.
Muitas publicações estrangeiras também duplicam seus materiais de texto em sites e blogs com uma gravação de áudio anexada com uma leitura. Esse formato permite que você ouça informações on-line em qualquer lugar, o que economiza significativamente o tempo dos usuários.
Para criar conteúdo de áudio, envolva especialistas em sua área, realize entrevistas, crie questionários interessantes com respostas às perguntas de seus ouvintes, envolva locutores capacitados em materiais de leitura.
Nos canais do Telegram, você pode publicar pequenas notas de áudio com informações úteis ou duplicar materiais de leitura de um blog. Muitos especialistas até vendem assinaturas pagas para chats fechados onde compartilham conteúdo na forma de mensagens de áudio. Não se esqueça de especificar a ação direcionada que você deseja que seus ouvintes realizem em seu áudio, como assinatura, compra, visita, pedido.

5- Transmissões ao vivo
O recurso de streaming online migrou com sucesso do Twitch para o YouTube, Instagram e outras redes sociais populares atualmente. A transmissão ao vivo tornou-se um tipo de conteúdo relevante, que também atrai um público-alvo e rende frutos. A transmissão também pode ser conduzida classicamente no Twitch ou Stream.
Mas quais tipos de transmissões diretas uma marca pode criar? Bem, existe uma variedade considerável, confira alguns exemplos e ideias:

  • o processo de criação de produtos/serviços;
  • sorteios, promoções, concursos;
  • discussão de temas quentes com especialistas;
  • respostas às perguntas do público;
  • entrevistas com embaixadores da marca.

Mas uma transmissão ao vivo também precisa de cuidados. Então, veja algumas regras simples para realizar uma transmissão ao vivo nas redes sociais que ajudarão a tornar o conteúdo mais produtivo:

  • anunciar o evento com antecedência em posts e stories;
  • pedir para compartilhar o post e confirmar participação em enquetes/comentários;
  • deixar uma janela para coleta de dúvidas na transmissão ao vivo;
  • peça para definir um lembrete sobre o horário da transmissão ao vivo;
  • pouco antes do início da transmissão, tente notificar novamente os potenciais participantes.

6- Comunicação em mensageiros
As newsletters podem e devem ser enviadas por e-mail e mensageiros. Comunicar-se com os clientes nas redes sociais não é apenas escrever um preço em uma mensagem direta. A propósito, você sempre pode usar um chatbot para essas respostas automatizadas. 
Para isso, são usados designers e desenvolvedores especiais da equipe. No entanto, os chatbots ainda não são muito eficazes quando se trata de correspondências. Você pode enviar mensagens automaticamente apenas para clientes com quem o chat esteve ativo nas últimas 24 horas.
O trabalho de um gerente é necessário para a atualização constante das ofertas na newsletter. Manter uma base de clientes das redes sociais ajudará nisso. Preparar mensagens de boas-vindas e seleções periódicas para clientes pessoais com promoções atuais, sorteios, novidades e códigos promocionais. 
Use para enviar as newsletters no Facebook Messenger, DMs do Twitter, Google Business Messenger, WhatsApp, WeChat ou e-mails. Ofereça aos clientes regulares a participação em chats fechados exclusivos com as melhores condições de compra de seus produtos.

7- Fóruns
Muitos acreditam que os fóruns perderam a sua relevância a muito tempo, e toda a comunicação agora ocorre em redes sociais e aplicativos de mensagens. Porém não é bem assim que a realidade acontece, especialmente se você focar seu trabalho em mercados estrangeiros.
Reddit, Quora e Stack Overflow são lugares onde novos tópicos de discussão são criados todos os dias. Lá, os usuários podem ler alegremente as opiniões de diferentes pessoas, pedir conselhos e compartilhar memes. Ao criar suas áreas de atuação e postar materiais para discussão, você atrai novos clientes para quem pode contar sobre todos os benefícios do seu negócio de forma simples e acessível.
Então, vale a pena se perguntar “como uma marca pode usar fóruns em sua comunicação?”. Bem, a resposta é mais simples do que você pensa, confira a seguir:

  • Colete o feedback e opiniões das pessoas sobre sua área de negócios para implementar melhorias e obter feedback contínuo.
  • Inicie a discussão de tópicos em torno do seu negócio, popularize o uso de produtos e serviços.
  • Responda às perguntas dos usuários em filiais sobre seu campo, mostre alta experiência de marca.

8- Artigos em blogs
Uma dúvida comum de muitos que trabalham com marketing é: por que blogar quando há mídias sociais? A resposta é simples, já que um blog repleto de materiais úteis pode se tornar um cartão de visita de uma marca e reunir um público permanente de leitores.
Os blogs são mais indicados para Longrids, sendo ainda melhor, se você aprender a criar conteúdo perene. Mas o que é essa coisa? Os artigos Evergreen são guias práticos detalhados, manuais, listas, revisões e materiais úteis, cuja relevância não tem prazo de prescrição. São esses materiais que podem se tornar um ímã para um fluxo constante de público e atuar como verdadeiros veteranos na Internet.
Para saber como criar conteúdo "evergreen", basta conferir os tópicos a seguir:

  • Escolha tópicos práticos sem referência ao ano.
  • Evite datas e eventos específicos nas manchetes.
  • Faça uma seleção dos melhores sem atualizar por tempo.
  • Veja aqui alguns exemplos do que NÃO fazer:
  • 10 tipos de conteúdo relevante em 2022.
  • Como preparar um perfil antes de 1º de setembro
  • TOP 5 aplicativos de design neste verão.

A seguir você pode ver alguns exemplos práticos de COMO o conteúdo evergreen pode e deve ser criado:

  • 30 dicas para profissionais de marketing sobre correspondências eficazes.
  • Como preparar uma conta para venda?
  • Por que as fotos emolduradas atraem a atenção do público?
  • Guia para trabalhar com designers: um guia para projetos.
  • Revisão de perfil: quando e por que chutar o SMM.

Ao postar conteúdo textual longo e útil em seu blog, você pode preenchê-lo com palavras-chave e links úteis para mecanismos de pesquisa (SEO) e leitores.
Se seus recursos ainda não permitem que você passe muito tempo no blog, não deixe de postar até mesmo pequenos materiais na forma de notícias, reportagens fotográficas, resenhas e outros conteúdos. É desejável que seus artigos ainda tenham pelo menos 2,5 a 3 mil caracteres e também contenham consultas-chave populares, títulos, listas e conclusões.
Você pode iniciar um blog não apenas como uma seção do site, mas também em uma plataforma separada. Por exemplo, no Medium, GrowthHackers, BlogEngage e DoSplash. Esses recursos são muito populares com o público estrangeiro. Lá, recomendamos focar nas tendências dos países onde você está promovendo seu negócio. Obviamente, os materiais também devem ser preparados em inglês, espanhol ou outro idioma do país em que você trabalha.

9- Revisões e feedback
Como as marcas podem usar sites de avaliação em seu favor?

  • Acompanhe as avaliações e responda a elas em tempo hábil.
  • Incentive os clientes satisfeitos a deixar um feedback positivo.
  • Use o feedback negativo como uma oportunidade para melhorar o seu negócio.
  • Peça aos clientes que editem avaliações se você corrigiu seus erros.

O gerenciamento de reputação é uma parte importante da estratégia de conteúdo de qualquer marca. Recomendamos que você sempre salve avaliações de diferentes plataformas e as coloque em seus outros recursos como prova social para os clientes, por exemplo, nos destaques do Instagram ou em uma área do seu blog.
10- Microblog
Você tem perfis no Twitter, Tumblr, Pinterest ou LinkedIn? Então saiba que microblog no formato de mensagens curtas de até 140 caracteres é uma ótima opção para manter a comunicação com o público.
Para isso, você precisa saber sobre o que uma marca de produto pode twittar. Os posts podem ser sobre sua posição e reações a eventos no mundo. Os marqueteiros do planeta já garantiram que cada marca tenha sua posição forte e estável, que corresponde à posição nas questões prementes da maioria do público da empresa. E no microblog você pode simplesmente compartilhar notícias, memes e novos links para materiais.
Para saber como executar um microblog para uma marca, confira os pontos abaixo:

  • Use hashtags para participar de discussões sobre tópicos do seu setor ou um produto relacionado.
  • Compartilhe notícias, links para artigos de blog, memes e outros conteúdos populares entre seus seguidores.
  • Ofereça suporte ao cliente ou responda a perguntas em microblogs ou comentários relacionados ao seu negócio.

Ao colocar mensagens curtas no feed, você mostrará a atividade da empresa, e links para o blog ou site ajudarão a atrair ainda mais visitantes e transformá-los em clientes. O aumento do reconhecimento e fidelização, tanto dos consumidores como dos futuros colaboradores, também não foi anulado por ninguém.
Matéria completa: https://l.blackrat.pro/YQkeG 


👉 Viu um artigo em algum blog/fórum gringo, tal como FB-Killa e CPA.RIP, e quer que ele seja traduzido para o Português do Brasil? Envie para gente o link e vamos fazer isso de graçawww.blackrat.pro/artigos

 Compartilhar

0 Comentários


Comentários Recomendados

Não há comentários para mostrar.

×
×
  • Criar Novo...